STILL WE RIDE

Still We Ride, filme de  Elizabeth Press, Andrew Lynn, Christopher Ryan.

Poucos dias antes da convenção republicana, uma operação massiva da polícia resultou em 264 pessoas presas, uma das maiores prisões em massa da história de Nova Iorque. Para muitos novaiorquinos, agosto de 2004 foi a primeira vez que eles ouviram falar do ritual mensal da comunidade ciclística da cidade; uma pedalada livre chamada Critical Mass (Massa Crítica).


Still We Ride captura a atmosfera de descontração daquela noite de agosto, antes das prisões, e o caos que se sucedeu. Conta novamente a história das origens do Critical Mass em São Francisco e relata a batalha nos tribunais que se arrastou por mais de um ano depois das prisões, e que se transformou em uma batalha mensal entre autoridades locais e os ciclistas. Liberdades civis, vigilância, poder da mídia corporativa e os benefícios dos meios alternativos de transporte são alguns dos temas dessa história.

Clique abaixo para ir ao site oficial do Still We Ride.

site oficial do filme

link para site oficial do filme

Leave a comment »

Cine Dom José

O Cine Dom José foi convidado pela prefeitura de São Paulo a participar da Virada Esportiva 2009, pela primeira vez. Por conta do grande sucesso que a exibição de filmes de zumbis teve na Virada Cultural, o tema escolhido para a mostra pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo desta vez foi “AdrenaCine”.

A idéia da mostra tem como objetivo contribuir na revitalização do centro, tendo em vista a grande procura do público por  filmes diferenciados.

A Virada Esportista 2009 acontecerá nos dias 19 e 20 de setembro em São Paulo, e a mostra AdrenaCine tem programação a partir das 18h. O Cine Dom José trará ao público a apresentação filmes radicais, sobre o mundo dos skates e bikes, entre eles o filme “Still We Ride” e “B.I.K.E” consagrados pelos cicloativistas.

Cine Dom José, na rua Dom José de Barros

Leave a comment »

SKATE OR DIE

Em tempos de adolescência, Alexandre (Vitor Ribeiro) mistura a adrenalina de andar de skate, com o drama de perder a namorada.

Neste curta, o protagonista se divide entre lembranças da vida de casal e a nova vida de solteiro, sem esquecer as manobras radicais. Enquanto anda de skate pelas ruas de São Paulo, acaba reencontrando sua ex-namorada, fazendo com que ele tenha de entender um jargão muito usado no universo do skatista: “Skate or Die”.

cena do filme Skate or Die

Roteiro: Victor Ribeiro
Fotografia: Felipe Hermini
Montagem: Victor Ribeiro
Produção executiva: Victor Ribeiro
Companhia produtora: Victor Ribeiro
Escola: AIC
Elenco: Victor Ribeiro

Leave a comment »

Programação

Programação da Mostra AdrenaCine:

Sessão 1 – 18h

Skate or Die
Curta-metragem de Victor Ribeiro, 2009, 8min
Nothing but the Truth
Longa-metrgem de Lionel Goldstein, 80min

Sessão 2 – 20h

Converse Skateboard Square
Média-metragem do coletivo 100%Skate, 33min
Still We Ride
Média-metragem de Elizabeth Press, 37min

Sessão 3 – 22h

O Cinema Maldito
Curta-metragem de Thomas Losada, 2009, 8min
B.I.K.E.
Longa-metragem de Jacob Septimus e Anthony Howard, 89min

Sessão AdreNaHora – 24h

Vídeos produzidos e trazidos pelo público sobre bike e skate em DVD, até as 20h do dia do evento, maiores informações:
adrena.cine@gmail.com


Leave a comment »

Vem aí a mostra AdrenaCine

A Mostra AdrenaCine foi criada com o intuito de dar espaço para as produções que abordam esportes urbanos e radicais. Abrir espaços, tanto para grandes produções  (longas metragens), quanto pequenas (curtas e vídeos produzidos pelos próprios esportistas) é congregar no Centro de São Paulo, em um mesmo ambiente, um público jovem em busca de diversão, adrenalina e também, de cultura.

Em parceria com a Virada Esportiva 2009, a MOSTRA será realizada dia 19 de setembro a partir da 18h.  A AdrenaCine propõem uma comunicação direta entre esportistas e cinéfilos, cruzando dois universos e mostrando que esporte também é uma forma de cultura viva,  além de dar espaço para expressões culturais individuais (representadas em uma mostra livre de vídeos dos espectadores) se cruzarem com filmes já consagrados.

Leave a comment »